A importância da diversidade na literatura juvenil

16COVER-master675
(c) Christopher Myers

A escassez de personagens, particularmente de heróis, de outras raças e etnias na literatura juvenil é uma preocupação que tem gerado debate no meio. É certo que cada escritor escreve com base no seu próprio universo e se há mais escritores brancos com obras publicadas, é natural que os seus heróis sejam também brancos. Contudo, vivemos numa sociedade multicultural e multiracial. Será que essa sociedade está suficientemente representada na literatura juvenil ocidental? Será que uma criança negra, indiana ou asiática sentir-se-á identificada em pleno com os heróis literários da atualidade? Pode-se alegar que a cor da pele perde relevância quando as personagens retratadas passam por problemas que são transversais a todas as raças e culturas, mas será de facto assim? Fica a questão.

Walter Dean Myers, um escritor afro-americano de literatura YA, escreveu recentemente um artigo para o jornal New York Times, em que pergunta «Onde estão as pessoas de cor nos livros para crianças?». O autor reflete sobre isto e faz perguntas fundamentais:

«Books transmit values. They explore our common humanity. What is the message when some children are not represented in those books? Where are the future white personnel managers going to get their ideas of people of color? Where are the future white loan officers and future white politicians going to get their knowledge of people of color? Where are black children going to get a sense of who they are and what they can be?»

O artigo completo encontra-se aqui.

Num outro jornal, Tanya Byrne, autora inglesa de livros para crianças, reflete também sobre o artigo de Walter Dean Myers, e sugere dez obras com dez personagens negras. Infelizmente, apenas uma destas obras se encontrará atualmente traduzida em português – O Feiticeiro e a Sombra, de Ursula K. Le Guin, Editorial Presença – contudo é uma lista interessante para quem quiser aventurar-se a ler em inglês. Aqui.

Anúncios

2 thoughts on “A importância da diversidade na literatura juvenil

  1. Muito importante e pertinente este apontamento. De facto, não é comum ou frequente encontrarmos no universo da LIJ personagens ou heróis de outras raças ou cores o que nos remete para a importância de uma reflexão neste sentido, dada a diversidade, multiculturalidade hoje existente nas nossas escolas e na sociedade. Muito obrigada pelas referências e leituras aqui apresentadas.

    1. Muito obrigada, Carla. É de facto um tema importante e que carece de uma ampla reflexão, mas sobretudo de ação. Creio que estas referências bem como o debate gerado ajudarão com certeza a trazer a questão da diversidade na literatura ao de cima.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s