Hélia Correia e a Grécia Antiga

por Sofia Pereira

O mundo grego sempre despertou um enorme fascínio e inspirou pintores, escultores, arquitetos e escritores na criação de obras artísticas e literárias. Na nossa literatura, são vários os autores de literatura infantil e juvenil que imaginam as suas histórias, tendo como cenário o universo de episódios e personagens da Grécia Antiga.

Hélia Correia, autora de inúmeros livros de diferentes géneros literários – infantis, ficção, poesia e teatro – é, sem dúvida, uma das figuras mais prestigiadas do panorama literário português. A “menina dos gatos”, assim também conhecida pela sua vivência harmoniosa com a Natureza, já foi galardoada com vários prémios, espelhos do seu mérito enquanto escritora. Licenciada em Filologia Românica, exerceu durante largos anos a função de docente, dedicando-se atualmente à escrita das suas obras.

Desprovida de qualquer norma de escrita, é na Grécia, lugar edénico e harmonioso e espaço privilegiado da sua imaginação, que a escritora busca a inspiração e a tranquilidade essenciais para a estrutura dos seus textos, caracterizados por uma linguagem simples e familiar. Desde cedo, encontrou no teatro clássico e na Grécia uma verdadeira paixão, o que a levou a frequentar uma Pós-Graduação em Teatro Clássico. Por essa mesma razão, é no meio cultural da Antiguidade Clássica que a autora encontra o mote para as histórias que escreve, baseando-se na História que conhece do mundo helénico e dos mitos antigos, para a partir deles construir uma realidade própria, através da apreensão de algumas ideias e figuras mitológicas que depois reescreve com uma grande simplicidade, subvertendo algumas intrigas e criando, dessa forma, múltiplas imagens que, apesar do tom cómico por vezes patente, retratam a sua visão da sociedade e do mundo em geral.

A obra de Hélia Correia é um excelente testemunho da perenidade da Cultura Clássica nos dias de hoje. Deixamos aqui a sugestão de um dos livros para momentos perfeitos de leitura em família:

MOPSOS

Mopsos – O Ouro de Delfos, Hélia Correia e Henrique Cayatte, Relógio D’Água

«Vindo de uma família de adivinhos, Mopsos chega à idade de oito anos e empreende a sua primeira viagem para fora da cidade natal, Tebas. Acompanhado pelo avô cego, Tirésias, o mais importante de todos os adivinhos gregos, dirige-se ao santuário do deus Apolo, em Delfos. Ali o esperam aventuras, fortes amizades e uma grande surpresa.
O Ouro de Delfos é o primeiro volume da colecção Mopsos o Pequeno Grego que se inspira em episódios e personagens mitológicas para os reinserir num novo universo ficcional.»

Vamos viajar com Mopsos pelo mundo grego!

Sobre a autora:

Sofia Pereira é mediadora de leitura, desenvolvendo atividades de promoção da leitura e da escrita para todas as faixas etárias. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Clássicas e Portuguesa e é Mestre em Investigação e Ensino da Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Desde sempre manifestou um enorme gosto pela leitura e escrita, tendo já participado nas antologias Eu digo não ao não, A vida num sonho, O mundo da lua, Cartas e Confissões, sob a chancela da editora Lua de Marfim.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s