«E se as histórias infantis passassem a ser de leitura obrigatória para adultos?»

por Sofia Pereira

«As histórias para crianças devem ser escritas com palavras muito simples, porque as crianças, sendo pequenas, sabem poucas palavras e não gostam de usá-las complicadas. Quem me dera saber escrever essas histórias, mas nunca fui capaz de aprender, e tenho pena. Além de ser preciso escolher as palavras, faz falta um certo jeito de contar, uma maneira muito certa e muito explicada, uma paciência muito grande – e a mim falta-me pelo menos a paciência, do que peço desculpa.»
José Saramago

A MAIOR FLOR DO MUNDO

A maior flor do mundo é o único livro infantil que o Nobel nos deixou como legado. Uma história magnífica dirigida às crianças, em que se nota um jeito especial do escritor para captar a atenção dos leitores, através de um jogo simbólico de ilustrações que auxiliam na construção do sentido da narrativa, criando uma dinâmica viva na maravilhosa viagem que as crianças fazem como leitoras e personagens, como Saramago assim convida.

O autor conta-nos a história de um menino que faz nascer a maior flor do mundo. O espaço em que decorre a ação (uma aldeia), a idade do protagonista (a infância) e as suas aventuras remetem-nos para um universo pueril vivido em plena alegria, liberdade, despreocupação e em comunhão com a Natureza. O sacrifício do menino para fazer nascer a maior flor, afastando-se do conhecido e deixando os «outros» preocupados com a sua ausência, revela a astúcia e o altruísmo do herói, transformando o seu ato numa «obra-milagre».

Todas estas peripécias convidam-nos a refletir sobre a importância de todas as crianças terem uma infância alegre e despreocupada, e como é fundamental promover valores como o sentido de altruísmo, o respeito pelos outros e pela Natureza, e o valor da amizade.

Um livro de excelência recomendável para crianças e adultos!

Título: A Maior Flor do Mundo
Autor: José Saramago
Editora: Porto Editora

Anúncios

One thought on “«E se as histórias infantis passassem a ser de leitura obrigatória para adultos?»

  1. É importante relembrar os leitores que a edição original com as ilustrações do magnífico João Caetano, que agora se reedita, saiu pela mão da Caminho, editora que também lançou uma edição belíssima deste texto com ilustrações de André Letria, desta vez já em parceria com a Fundação José Saramago. Um livro excepcional a um preço imbatível. Pena que já não se consiga encontrar à venda, a não ser pela insistência e persistência de alguns livreiros e/ou apaixonados.
    Obrigada por relembrarem a obra, “recomendável para crianças e adultos”, sem a remeterem para o universo das metas curriculares, o que parece ser agora a maior bandeira da divulgação ou promoção dos livros ‘ditos’ infantis.
    Continuem o bom trabalho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s