Leituras para o regresso das férias… por Ana Ramalhete

Para setembro e para o regresso às aulas, livros em que as letras e os números são protagonistas.

portada.fh11

Letras nos atacadores, de Cristina Falcón Maldonado, ilustrações de Marina Marcolin

«Quando aprende a ler, Flor descobre que as letras são contadoras de coisas.»
Flor tem seis irmãos. Trata deles e leva-os à escola, o seu local preferido. Quem narra a história, é um dos seus irmãos, que a admira e nos transmite o amor da irmã pelas letras e pelos sapatos – o único par que tem e que trata com todo o cuidado para não se estragarem pois os atacadores ajudam-na a desenrolar mais letras que a levam à leitura e ao encontro de mais histórias.
Letras nos atacadores é um livro que ressalta a importância da leitura, do papel determinante da mulher como educadora (Flor toma conta dos irmãos, a mãe é professora e a avó vive com os netos) e foca as vicissitudes e contrariedades do quotidiano das famílias actuais (para exercer a sua profissão, a mãe tem de trabalhar longe dos filhos).

9789898267139
As letras de números vestidas, de João Pedro Mésseder, ilustrações de Marta Madureira

«Associando letras e números, nomes próprios e traços físicos ou de carácter, a escrita diverte e diverte-se. Nem só as letras e as palavras têm a ver com a poesia. Os números também. E tantas outras coisas, é claro. Para que cada um o saiba, basta ter os sentidos bem alerta, descobrindo nas palavras os ritmos da própria vida. E viver a experiência de ler, cantar, dançar, memorizar, dramatizar estes textos. Ou escrever outros, à maneira dos que o livro propõe.»
Do A ao Z, do início ao fim, cada letra do alfabeto tem um nome e veste um número.
Os poemas de João Pedro Mésseder encantam pelo ritmo, musicalidade e constituem um incentivo à leitura e à escrita daqueles que nelas começam a dar os primeiros passos.
Os traços das ilustrações de Marta Madureira dão aos versos uma roupagem acrescida, levando o leitor a pensar em novas histórias.
«O H é de Helena e Honório,
Meninos que vestem o 8,
Porque rima com biscoito.»

pinamatematica

Pequeno livro da desmatemática, de Manuel António Pina, desenhos de Pedro Proença

«Este livro é um livro de “desmatemática” porque, aqui, os personagens da matemática, os números, os sinais, as contas são tratados como gente, têm sentimentos, sonhos. Até fraquezas e defeitos. Como tu e como eu. É um jogo que eu gosto muito de jogar, imaginar como as coisas seriam se fossem ao contrário. (…) Por isso te venho apresentar o amimigo zero (uma verdadeira nulidade, pensam alguns; o que eles se enganam!), os números negativos, os números imaginários, os números irracionais (raio de nome!), o misteriosíssimo e famosíssimo p. Talvez, quem sabe?, depois de teres conhecido estes, tu queiras conhecer outros. A maior parte das pessoas não calcula (a palavra calcular vem a propósito) a gente curiosa que vive na matemática.»

Palavras de Manuel António Pina, na introdução à terceira parte do livro.
Dividido em três partes: “Pequeno livro dos problemas”, “Pequeno livro das histórias” e “Onde se fala de alguns seres extraordinários”, nestes textos, em verso e em prosa, conseguimos olhar para a matemática de outra maneira, ver o outro lado das contas e dos problemas, e até encontrar números que querem ser poetas e outros que são narcisistas, ou seja, entramos no mundo da desmatemática.

árvorea4
A árvore das folhas A4, de Carles Cano, ilustrações de Carlos Otin

Na primavera, na altura de renovação, certa árvore decidiu vestir-se de folhas de papel de tamanho A4, perante o desagrado das outras árvores do bosque e dos animais, com excepção dos pássaros que se deliciavam com as folhas e mais tarde com as histórias que estas contavam, através das letras. Chegou o outono, as folhas voaram e os pássaros choraram ao encontrá-las, transformando as letras.

Uma história que alia a preocupação ambiental e a preservação da floresta ao prazer da leitura e à descoberta das letras como signos constituintes das palavras, carregados de potencialidades de comunicação e transmissão, de histórias e de poesia.

danutanumeros

1, 2, 3, Conta Lá Outra Vez!, de Danuta Wojciechowska

«Vês como os números também servem para contar histórias? E falam todas as línguas! São universais: em qualquer parte do mundo, uma criança como tu, consegue ler o mesmo algarismo. Mas o que é mais fascinante é que podes utilizar os números para observar o mundo e compreender como as coisas são feitas. Os números estão escondidos em tudo, basta olhar com atenção. Existem nas plantas, flores e animais, mas também no teu corpo e na tua imaginação. Se aprenderes estes segredos podes usá-los para criar, planear e construir o mundo a tua volta.»

Neste livro, da autoria de Danuta Wojciechowska, a força e intensidade da cor alia-se à imaginação e clareza do texto. Os números são os protagonistas, têm significados e aparecem associados às pessoas, aos objectos e às histórias. Fazem parte do universo e levam-nos à sua descoberta. Surgem em seis línguas diferentes: português, inglês, francês, espanhol, alemão e mandarim.
Uma obra para ler e ver, uma, duas, três vezes e no final recomeçar, outra vez.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s