Monthly Archives: Novembro 2015

Sete livros que ensinam a proteger o meio ambiente

por Sofia Pereira

A literatura – infantil e juvenil – assume uma extrema importância na educação e na formação das crianças e dos jovens. Os textos não se limitam a transmitir valores estético-literários, mas estão recheados de princípios e valores morais, sociais e éticos, que não só potencializam uma relação de empatia entre o leitor e o livro, como também ajudam a prevenir determinados comportamentos e atitudes para preservar o planeta Terra.

Na nossa sociedade, uma das grandes preocupações é cuidar do meio ambiente. Esta questão que se tem tornado, cada vez mais, emergente ao longo dos tempos, é abordada, na literatura, em diferentes vertentes: a conservação da natureza, a biodiversidade, a defesa dos animais, a poluição do planeta, a reciclagem, o aproveitamento dos recursos naturais, entre outros.

Os livros podem ajudar a transmitir uma educação ecológica. Como “de pequenino é que se torce o pepino” e as crianças e os jovens seguem o exemplo dos mais velhos ou das personagens das suas histórias prediletas, deixamos aqui a sugestão de sete livros que podem ensinar a proteger o ambiente:

O Pequeno Livro do Ambiente, de Christine Coirault, Editorial Presença

«Gostas das árvores e dos animais? Aprecias tanto a chuva como a luz do Sol? Queres dizer «não» ao desperdício? Reciclar o lixo, poupar água, respeitar a natureza, proteger os animais? E tudo isto começa em casa!»

Água – Fonte de Vida e Energia, de Nuno Farinha, ilustração António Eloy, Esfera do Caos

 «Desde tempos imemoriais temos utilizado a força da água em movimento para obter uma das formas de energia mais limpas que se conhecem. Neste livro explica-se como se pode aproveitar a energia dos rios, das ondas e das marés oceânicas, e ainda a origem da água no nosso planeta, como ela se distribui e os seus ciclos.»

O ouriço-cacheiro espreitou 3 vezes, de Maria Alberta Menéres, ilustração de António Modesto, Asa

«No seu estilo inconfundível, Maria Alberta Menéres relata neste título a história de um atrevido ouriço-cacheiro que, de cada vez que resolve espreitar o mundo à sua volta, tem uma pequena (ou grande…) aventura à sua espera! Ele diz que «é próprio» viver assim entre espantos e aflições, entre descobertas e encantamentos…»

O sonho de Mariana, de António Mota, ilustração de Danuta Wojciechowska, Gailivro

«Prémio Nacional de Ilustração – 2003. Livro Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 2º Ano de escolaridade. Leitura orientada na Sala de Aula – Grau de dificuldade III. Mariana conta um sonho a seu irmão Pedro. Nesse sonho, Pedro e Mariana, um pássaro maravilhoso e o avô vão entrar numa aventura extraordinária.»

Lá Fora – Guia para Descobrir a Natureza, de Inês Teixeira do Rosário e Maria Ana Peixe Dias, ilustração de Bernardo Carvalho, Planeta Tangerina

«Vencedor Prémio Bologna Ragazzi Award na categoria Opera Prima (Feira do Livro Infantil de Bolonha – 2015). De quem será esta pegada? O que faz aqui esta minhoca? Será um sapo ou uma rã? Como se chama esta árvore? Mesmo que moremos numa grande cidade, existe sempre natureza lá fora: nuvens e estrelas, árvores e flores, rochas e praias, aves, répteis ou mamíferos. O que esperamos então? Saltemos do sofá e iniciemos a exploração! Criado com a colaboração de uma equipa de especialistas portugueses, este livro pretende despertar a curiosidade sobre a fauna, a flora e outros aspetos do mundo natural que podem ser observados em Portugal. Inclui também propostas de atividades e muitas ilustrações, para ajudar toda a família a ganhar balanço, sair de casa e descobrir – ou simplesmente contemplar – todo o mundo incrível que existe “Lá Fora”.»

Perguntas e Respostas num Minuto – Ciência, Natureza, Espaço e muito mais!, de Yoyo Studios, Yoyo Books

«Faz um teste aos teus conhecimentos, aos dos teus amigos e da tua família com este livro espantoso repleto de perguntas e respostas! Em cada página, responde ao máximo número possível de perguntas que conseguires num minuto.»

Maravilhas da Natureza, de David Burnie, Civilização Editora

«Com este livro, as crianças podem aventurar-se no coração das maravilhas mais espectaculares do mundo natural. Como se formou o Grand Canyon?O que é o Grande Vale do Rift?Qual o monte mais alto dos Himalaias? Com este livro, as crianças podem aventurar-se no coração das maravilhas mais espectaculares do mundo natural. Do maior vulcão do planeta ao gelo da Antárctida, a sua viagem vai passar por selvas, glaciares, desertos, oceanos e outros lugares incríveis. Contém páginas que se desdobram e revelam todos os fantásticos pormenores da vida selvagem, incluindo os seres que habitam a Amazónia e a Grande Barreira de Coral.»

Por um planeta mais saudável!

Anúncios

A rapariga e o sonho

Luísa Dacosta – Infância e Literatura

ld11

A infância rural de Luísa Dacosta foi marcada pelas histórias que ouvia contar, quer pela mãe (histórias tradicionais portuguesas), quer pela ama (histórias galegas), quer pela tia (histórias trágicas e religiosas). Gostava muito de ler e sentia-se deslumbrada pelas palavras: “No princípio era o verbo – pelo menos na minha infância, toda caldeada pelo encantamento da palavra” (Dacosta,2008:60). Através da leitura descobriu as histórias de fadas. E aos nove anos, quando foi para o liceu, encontrou os livros de Hans Christian Andersen que a influenciaram para sempre.

ld9

Frequentou a escola primária e a escola secundária em Vila Real. A força da paisagem de Trás-os-Montes atraía-a ao mesmo tempo que desejava conhecer “como seria o mundo para além do Marão” 1 que lhe surgia como uma fronteira a transpor: “Outra coisa que guardo com muita força é o azul amassado com violetas das encostas do Marão, que se viam do meu quintal, e que eram para mim uma barreira”. 2
As histórias e os contos tradicionais acompanharam a sua infância e adolescência e livros como As mil e uma noites levaram-na a “viajar” para outros pontos do mundo: “Bagdad, onde eu passei os últimos anos da infância e o começo da adolescência, em companhia do califa Haroun-al-Raschid e presa da sedutora palavra de Xerazade” (Dacosta, 2008:214).
Lembra-se do afecto que recebia: “Fui muito mimada; é uma das coisas que guardo mais, o mimo” 3 e considera que a sua infância foi “envolvida por uma névoa de sonho” (Dacosta, 2008:155).

ld8       ld1

Luísa Dacosta escreveu o primeiro livro para a infância, O príncipe que guardava ovelhas, em 1970, fruto da vontade de dar, aos seus alunos, obras diferentes daquelas que existiam destinadas aos leitores infantis. Era professora do ensino público e tinha publicado quatro livros: dois de ficção e dois de ensaio.

luisa1 ld6 luisa2 ld3

 

Até 2007, escreveu treze livros infanto-juvenis, nove de ficção: O Príncipe que Guardava Ovelhas; O Elefante Cor-de-rosa, A Menina Coração de Pássaro, História com Recadinho, Sonhos na Palma da Mão, Lá vai uma… Lá vão duas, A Rapariga e o Sonho, O Perfume do Sonho, na Tarde, O Rapaz que sabia acordar a Primavera;

ld17    ld20

ld2  ld12

dois de teatro: O Teatrinho do Romão, Robertices;

luisa3  luisa4

um conto de Natal: Os magos que não chegaram a Belém;

ld14

uma narrativa histórica: A batalha de Aljubarrota

ld16

e quatro antologias, reunidas em dois volumes: De mãos dadas, estrada fora, I e II.

ld21

Sobre a sua escrita dirigida a um público infantil, afirma que:

“A criança é antes de mais sonho e imaginação. Daí que a minha literatura, que lhes é destinada, se enraíza no património universal do sonho e do imaginário português, já que parto das minhas raízes universais e nacionais”. (Maldonado,2007:7)

E que:
“Sempre a infância foi o berço da minha escrita” (…) “A infância é uma raiz, que não se pode negar.” (Maldonado, 2007:7)

 

1 2 3 Luísa Dacosta in entrevista ao sítio Catalivros: http://catatu.catalivros.org/fala_estar_le-nos/le_LM05_entr_l_dacosta_2_c.pdf
Bibliografia:
Dacosta, Luísa, Um olhar naufragado, Asa, Lisboa, 2008
Maldonado, Manuela, “Conversa com Luísa Dacosta provocada por Manuela Maldonado”, in Boletim Solta Palavra, nº11 e 12, CRILIJ, 2007, disponível em: http://www.crilij.com [10 de fevereiro de 2014]

Fotografias de Luísa Dacosta retiradas da internet.

Novidades para a época natalícia

© Eleonora Della Gatta
© Eleonora Della Gatta

O Dia das Bruxas marca, cada vez mais, em Portugal, o começo da época natalícia. Por todo o lado arrancam as campanhas de Natal e as ruas, as lojas e os centros comerciais começam a decorar-se para a época.

E, claro, as editoras lançam as suas maiores apostas, a pensar nos presentes para os pequenos grandes leitores. E há muito por onde escolher! Para crianças de todos os tamanhos e gostos. Em cada livro há um presente perfeito para cada leitor. Aqui ficam algumas das novidades que estão a aparecer nas livrarias.

Infantil

mistura_as_cores

Mistura as Cores, Hervé Tullet, Editorial Presença

«Um livro original e interativo, que vai surpreender miúdos e graúdos! Basta seguir as ordens e ver a magia acontecer na página seguinte.
Um livro para tocar, agitar, sacudir e experimentar uma e outra vez.»

capadma_0

O Dicionário do Menino Andersen, Gonçalo M. Tavares e Madalena Matoso, Planeta Tangerina

«O menino Andersen era um grande inventor e não andava nada satisfeito com as definições de palavras que lia no dicionário. Por isso decidiu começar a escrever um dicionário novo, um dicionário que entusiasmasse os seus amigos.

Eis uma entrada da letra m:

MOSQUITO: animal que está mal sintonizado.

Gonçalo M. Tavares encontrou-se com Andersen, ainda menino, e criou um dicionário inesperado sobre as coisas (e as palavras) que existem à nossa volta.
Ao texto de Gonçalo M Tavares juntam-se as ilustrações de Madalena Matoso, num livro que vai entusiasmar leitores de todas as idades.»

IMG_0871

O Livro Sem Bonecos, B.J. Novak, Editorial Presença

«De uma simplicidade extrema e uma admirável imaginação, O Livro Sem Bonecos provoca o riso de cada vez que é aberto. As crianças irão pedir para ouvir uma e outra vez. O Livro Sem Bonecos proporciona uma experiência de muita alegria e partilha -incutindo nas crianças a poderosa ideia de que a palavra escrita pode ser uma interminável fonte de prazer e diversão.»

MeuIrmaoInvisivel

O Meu Irmão Invisível, Ana Pez, Orfeu Negro

«Escondido na sua caixa de cartão, o meu irmão passeia pelo mundo convencido de que é invisível. Não só é invisível como até consegue ver coisas que os outros não veem… Página a página, o meu irmão atravessa uma selva povoada de animais ferozes, parte em viagem pelo espaço e mergulha nas profundezas do oceano, nadando com peixes e sereias… UM LIVRO COM ÓCULOS MÁGICOS»

9789898491824

Pinta os Teus Medos, Leslie e Haia Ironside, Booksmile

«Nem sempre é fácil lidar com aquilo que nos preocupa. E quando somos crianças, as inquietações podem parecer inultrapassáveis e fazer-nos sentir muito sozinhos. Foi por isso que criámos este livro, recheado de atividades divertidas. Rabiscar e colorir estas páginas vai ajudar as crianças a perceber as suas preocupações, e a descobrir qual a melhor forma de lidar com elas. Assim estaremos a dizer-lhes: «Não estás sozinho com os teus medos.»
Criada por um psicoterapeuta infantil e juvenil e por uma professora do 1.º Ciclo, esta obra inclui ainda dicas úteis dirigidas a pais e educadores, para que também eles saibam que é possível afastar os medos com a ajuda dos lápis de cor!»

1507-1

Os Amigos do Elmer, David McKee, Nuvens de Letras

«A mensagem mais importante da série Elmer é a de que não faz mal ser diferente (o Elmer é um elefante colorido, ao contrário do comum dos elefantes) e pode até ser divertido. A diferença é importante e bela e deve ser aceite por todos.»

ANTES DEPOIS_capa-455x455

Antes, Depois, Anne-Margot Ramstein e Matthias Aregui, Gatafunho

«A magia do tempo em imagens!
Neste livro extraordinário e «astuto», objectos, acontecimentos, paisagens e seres são apresentados em pares (de face uns para os outros ou em páginas duplas subsequentes), revelando dois estados de algo ou de uma situação.
Sem texto, as ilustrações incitam o leitor a imaginar, pensar e compreender, e recontar a história destas mudanças de estado.»

O Gato da Matilde, Emily Gravett, Livros Horizonte

«No dia em que a Matilde se mascarou de gato e fez brincadeiras de todo o tipo, o seu animal de estimação, um gato malhado, arisco e bastante assustadiço, apenas disse: “Não.” Apesar dos melhores esforços da criança, Matilde é incapaz de convencer o seu gato a brincar com novelos de lã ou caixas, subir às árvores ou andar de bicicleta. Depois de uma “festa do chá”, de uma sessão de desenhos e uma história para adormecer, a menina decide despir o seu fato de gato e fica pronta para ir para a cama quando, finalmente, capta a atenção do gato malhado. A ilustração em aguarela marcadamente enérgica, é já uma imagem de marca da autora Emily Gravett, com muito humor visual e com personagens que expressam os seus sentimentos e a sua personalidade com enorme firmeza.»

Juvenil

chuva261015

Bicicleta à Chuva, Margarida Fonseca Santos, Booksmile

«Crescer é um desafio enorme. Mas às vezes é difícil decidir que caminho devemos seguir. A Escolha É Minha é uma coleção sobre as opções que tens de tomar todos os dias com histórias de vida contadas por jovens como tu. Esta história, Bicicleta à Chuva, podia bem ser a tua ou quem sabe a de alguém que conheces.
O Jaime carrega um enorme segredo: um grupo de rufias, os Alcaides, toma conta da sua vida de muitas maneiras, deixando–lhe o corpo e a mente com marcas difíceis de apagar.
O Valdomiro, o chefe dos Alcaides, luta para, de alguma forma, conseguir ser importante naquele bairro tão complicado.
Um dia, em frente à paragem do autocarro, o Jaime vê uma bicicleta antiga encostada ao muro de pedras, e desenha-a. Cai uma chuva miudinha, mas o dono da bicicleta, o Joaquim, não se incomoda com isso, e interessa-se por aquele desenhador.
Nasce assim uma amizade capaz de revolucionar a vida do Jaime e de muitos outros. Queres saber como? Então, vem daí!
Um livro tão comovente e emocionante que os mais novos não vão conseguir parar de ler!»

Capturar

Uma Criatura Feita de Mar, David Almond, Editorial Presença

«Um livro com histórias de rara beleza contadas por um escritor genial. São contos fascinantes, inspirados na infância do autor, que aqui nos apresenta um mundo povoado de fantasia e ilusão, de real e imaginário -um mundo que poderia ser o de qualquer um de nós e que cativa pela simplicidade, pelo amor e pela amizade que transparecem nas suas palavras. Cada história transmite valores éticos de que por vezes nos esquecemos. Uma viagem maravilhosa, da primeira à última página, para leitores de todas as idades.»

350_9789892333632_Toto_e_um_caso_perdido

Totó é um Caso Perdido, Franck Girard e Serge Bloch, Edições ASA

«Diverte-te com o TOTÓ, o Superzero-à-esquerda!

Esta coleção reúne várias piadas universais que os alunos contam uns aos outros no intervalo das aulas desde que a escola é escola, assim como algumas piadas inéditas, adaptadas e escritas propositadamente para o nosso “baldas” preferido.

Para ler e reler, sempre a rir.»

500_9789897413650_ggg_o_grande_gigante_gentil

GGG: O Grande Gigante Gentil, Roald Dahl, Oficina do Livro

«O GGG é um gigante simpático e foforucho. Na verdade, é o único grande gigante gentil no País dos Gigantes.
Todos os outros gigantes são brutamontes bestialmente brutos, e agora o GGG e a sua amiga Sofia têm de os impedir de devorar pequenos cereais humanos – com a ajuda de Sua Majestade, a Rainha de Inglaterra.»

 

image

A Terrível Tia Alberta, David Walliams, Porto Editora

«Do autor dos bestsellers Avozinha Gângster e Doutora Tiradentes, uma nova aventura de partir o bico a rir!

Tens uma tia malvada? Ela:
• obriga-te a comer sobremesas nojentas?
• tricota camisolas ásperas que dizem
ADORO A MINHA TIA à frente?
• dá-te beijos repenicados e belisca-te a bochecha com força?
Pois, por muito terrível que a tua tia seja, jamais
será capaz de superar a malvadez da Tia Alberta.
Não acreditas? Então, lê e descobre!»

K_os-bebes-de-agua

Os Bebés da Água, Charles Kingsley, Tinta da China

«Os Bebés da Água conta a história de Tom, um pequeno limpa-chaminés. Abusado e humilhado pelo patrão, após um mal-entendido numa casa senhorial foge e adormece junto ao rio, onde é transformado num ser até então desconhecido: um bebé da água. É o início de uma viagem fantástica e picaresca, num mundo subaquático que condena e subverte os princípios sociais da era vitoriana. Na Inglaterra do século XIX, a industrialização avançava rapidamente, assim como a brutalidade quotidiana sobre a emergente classe operária. É neste contexto que Charles Kingsley escreve Os Bebés da Água — a sua obra-prima —, uma fábula moral onde expõe as desigualdades e a irracionalidade do mundo dos adultos, denunciando o trabalho infantil e o obscurantismo religioso. Publicado originalmente em 1863, é um livro excêntrico e ousado que conjuga a redenção cristã com o evolucionismo e a crítica social.»

Jovem Adulto

fangirl

Fangirl, Rainbow Rowell, Chá das Cinco

«Cath ama os seus livros e a sua família. Haverá espaço para mais alguém?

Todo o mundo é fã dos livros de Simon Snow. Mas Cath vai mais longe: ser fã desses livros tornou-se a sua vida. Ela e a sua irmã gémea, Wren, refugiaram-se na obra de Simon Snow quando eram miúdas, e na verdade foi isso que as salvou da ruína emocional que foi a perda da mãe.
Ler. Reler. Interagir em fóruns, escrever ficção baseada na obra de Simon Snow, vestir-se como as personagens dos livros. Mas essas fantasias deixam de fazer sentido quando se cresce, e enquanto Wren facilmente abandona esse refúgio, Cath não consegue fazê-lo. Na verdade, nem quer.
Agora que vão para a universidade, Wren não quer ficar no mesmo quarto de Cath. E esta fica sozinha e fora da sua zona de conforto. Partilha o quarto com uma miúda arrogante; tem um professor que despreza os seus gostos; um colega atraente mas que apenas fala sobre a beleza das palavras… e, ainda por cima, Cath não consegue parar de se preocupar com o seu pai, tão querido, frágil e solitário.
A pergunta paira no ar: será que ela consegue triunfar sem que Wren lhe dê a mão? Estará preparada para viver a vida em seu nome? Escrever as suas próprias histórias? E se isso significar deixar Simon Snow para trás?»

trono

Trono de Vidro, Sarah J. Maas, Editorial Presença

«Depois de cumprir um ano de trabalhos forçados nas minas de sal de Endovier, a contas com os seus crimes, a assassina Celaena Sardothien é levada até à presença do prícipe herdeiro. Ele oferece-lhe a possibilidade de conquistar a sua liberdade, com uma condição: Celaena tem de aceitar representá-lo, como seu campeão, numa competição cujo vencedor terá o estatuto de novo assassino da Coroa.

Os oponentes que terá de defrontar são ladrões, assassinos e guerreiros vindos de todos os cantos do império. Cada um deles é patrocinado por um membro do Conselho do Rei. Celaena exulta com os desafios e com as sessões de treino ao lado do capitão da Guarda, Chaol Westfall. No entanto, a vida da Corte não a poderia entediar mais. Mas tudo fica mais interesante e ganha nova emoção quando o príncipe começa a demonstrar um inesperado interesse por ela… mas é o austero capitão Westfall quem melhor a consegue compreender.

Durante a competição, um dos concorrentes é encontrado morto… e logo outros se lhe seguem. Ao embrenhar-se numa investigação solitária, Celaena alcança descobertas surpreendentes. Conseguirá ela descobrir quem é o assassino antes de se tornar na próxima vítima?»

perigo)

Perigo Irresistível, Becca Fitzpatrick, Porto Editora

«Britt Pheiffer sonha há mais de um ano com umas férias repletas de aventura.

Treinou vários percursos pelas Montanhas Rochosas, comprou equipamento especial e até se sente confiante para levar consigo a melhor amiga, mais adepta de centros comerciais do que do ar puro das montanhas.

Poucas horas após o início da viagem, um nevão inesperado obriga-as a refugiarem-se numa cabana abandonada, aceitando a hospitalidade dos seus dois estranhos ocupantes: dois homens jovens, atraentes e… em fuga.

Feita refém, Britt é obrigada a guiá-los pela montanha e espera conseguir aguentar-se tempo suficiente até Calvin – o ex-namorado que ainda não conseguiu esquecer – poder encontrá-la.

Nada é o que parece nesta aventura nas paisagens inóspitas do Wyoming. Mason, um dos raptores, é estranhamente simpático para Britt. Já Shaun é claramente um homem perigoso.

Mas será Britt capaz de resistir à perigosa atração que Mason parece exercer sobre ela e, por fim, sobreviver?»