Monthly Archives: Setembro 2016

Livros para o regresso às aulas… por Alexandra Martins

14536987_10209406034400993_1817770331_o

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada – Partes Um e Dois

de J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne (Editorial Presença)

Foi sempre difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele se tornou num muito atarefado funcionário do Ministério da Magia, casado e pai de três crianças em idade escolar.
Enquanto Harry luta com um passado que se recusa a ficar para trás, o seu filho mais novo, Albus, tem de se debater com o peso de um legado familiar que nunca desejou. Quando o passado e o presente se cruzam, pai e filho confrontam-se com uma desconfortável verdade: por vezes as trevas vêm de lugares inesperados.
A oitava história. Dezanove anos depois.

Em época de regresso às aulas, nada melhor do que poder regressar também à nossa escola favorita: Hogwarts. Quando já pensávamos que não mais ouviríamos falar de Harry Potter, eis que a autora J.K. Rowling se juntou a dois dramaturgos e criaram magia: a oitava história de Harry, agora adulto e com filhos, contada em texto dramático. Esta peça, que esteve em cena nos teatros londrinos, chega-nos agora finalmente em livro, para descobrirmos tudo o que aconteceu depois de Harry derrotar Lorde Voldemort.

14543557_10209406058521596_1605877124_n

Curso Intensivo para Sobreviveres à Escola

de Miguel Luz (Manuscrito Editora)

«Sejam muito bem-vindos à melhor altura das vossas vidas…
Bem-vindos à liberdade.
Bem-vindos ao acordar cedo.
Bem-vindos às setoras extremamente irritantes.
Bem-vindos ao estudo multitasking.
Bem-vindos à Escola.»
Chegou finalmente ao mercado livreiro o manual de sobrevivência para os longos e dramáticos anos de escola! O youtuber Miguel Luz partilha neste livro tudo aquilo de que os jovens precisam, desde o básico ao secundário, para sobreviverem…
…aos «só mais cinco minutos» na cama de manhã que valem um autocarro perdido e falta de presença a Português;
… às associações que os pais fazem entre estudar pouco e ir trabalhar para a construção civil;
…aos TPC feitos no intervalo em cima do joelho, ou copiados pelo cromo da turma, (o tal que vai lembrar a setora que havia TPC);
…às setoras que só dão boas notas a quem lhes repete todos os dias o quanto estão bonitas;
…Aos trabalhos de grupo feitos individualmente na véspera até às duas da manhã, que resulta num Power Point todo ranhoso só com 3 slides.
…e muito mais!

Este é o livro com que todos os miúdos se vão identificar e que todos os pais devem ler para ficar a conhecer a escola dos dias de hoje e que, por vezes, é tão diferente da dos seus tempos. Escrito de uma forma fácil e despretensiosa, ajustada ao público a que se dirige, este é um livro animado e divertido, que nos mostra que a escola pode não ser um paraíso mas, no final, até vale a pena!

14509131_10209406035001008_2021691119_n

Tudo, Tudo… e Nós

de Nicola Yoon (Editorial Presença)

Madeline Whittier observa o mundo pela janela. Tem uma doença rara que a impede de sair de casa. Apesar disso, Maddy leva uma vida tranquila na companhia da mãe e da sua enfermeira – até ao dia em que Olly, um rapaz vestido de preto, se muda para a casa ao lado e os seus olhares se cruzam pela primeira vez. De repente, torna-se impossível para Maddy voltar à velha rotina e ignorar o fascínio do exterior – mesmo que isso ponha a sua vida em risco. Nicola Yoon escreveu um livro comovente com uma mensagem para leitores de todas as idades.

Por vezes, a vida não passa pela escola. Principalmente quando a isso somos impedidos pelas circunstâncias do destino. Que o diga Maddy, forçada a viver confinada à sua casa por motivos de saúde. Mas o mundo é tão grande para se viver apenas num sítio e, quando Maddy conhece Olly, tudo muda. Uma história que nos faz pensar na vida e nas opções que ela nos dá, que nos faz crescer e aprender e perceber que a vida nem sempre é justa, mas que tem tanto para nos oferecer.

14483697_10209406034480995_1215824570_n

Popular

de Maya Van Wagenen (Editorial Presença)

Maya nunca foi uma aluna popular. Na verdade, ela era a rapariga invisível da escola!

Mas tudo isso estava prestes a mudar quando Maya encontra um exemplar antigo do Guia de Popularidade para Adolescentes, de Betty Cornell, um livro escrito por uma ex-modelo adolescente muito glamourosa… da década de 50 do século passado! Apesar das ideias um pouco antiquadas, Maya decide seguir, durante todo o ano letivo, os conselhos deste livro.

Os resultados da experiência são hilariantes, emocionantes e repletos de surpresas. Com humor e elegância, Maya conquista amigos, muda de visual e ganha autoconfiança até finalmente descobrir o que significa realmente ser Popular.

Ser ou não ser popular, eis a questão. E o que estamos dispostos a fazer para sermos populares. Para Maya, é tão importante ser conhecida e acarinhada na escola, que está disposta a fazer tudo, nem que seja seguir um guia antiquado que a vai fazer passar por algumas situações bastante caricatas. Mas que, no final, poderão ser a chave para Maya descobrir quem verdadeiramente é e o que quer. E será que ser popular é assim tão importante?

14483953_10209406059361617_709081456_n

Eleanor & Park

Rainbow Rowell (Saída de Emergência)

Dois inadaptados. Um amor extraordinário.

Eleanor é uma miúda nova na escola, vinda de outra cidade. A sua vida familiar é um caos; sendo gorda e ruiva, e com a sua forma esquisita de se vestir, atrai a atenção de todos em seu redor, nem sempre pelos melhores motivos.
Park é um rapaz meio coreano. Não é propriamente popular, mas vestido de negro e sempre isolado na música através dos seus fones e livros, conseguiu tornar-se invisível. Tudo começa por ser diferente quando Park acede a que Eleanor se sente ao lado dele no autocarro da escola. A princípio nem sequer se falam, mas pouco a pouco começam por se envolver numa genuína relação de amizade e cumplicidade que mudará as suas vidas. E contra o mundo, o amor nasce. Porque o amor é um superpoder.

Um romance único, cândido, adolescente. Quando Park e Eleanor se conhecem, pouco têm em comum, no entanto, são atraídos um para o outro como ímanes. Mas esta não é a típica história de amor; é uma história de dois inadaptados, dois jovens que têm de descobrir o que é o amor, o que é a amizade e o que significa lutarem contra as agruras da vida. Um livro que é um pouco uma lição, uma demonstração de realidades diferentes que permanecem juntas com a força de vontade. Mas será que é suficiente?

Anúncios

Livros para o regresso às aulas… por Ana Ramalhete

No regresso às aulas, ler, sonhar,  criar.
Na escola, em casa ou na rua, imaginar sem parar.

cheguei
Cheguei atrasado à escola porque…, texto de Davide Cali, ilustração de Benjamin Chaud, Editora Orfeu Negro, colecção Orfeu Mini

«PRIMEIRO, umas formigas gigantes roubam o pequeno-almoço. Depois, aparecem ninjas ferozes, uma gigantesca teia de aranha, um monstro-bolha peganhento e outros assombrosos imprevistos a caminho da escola…»

Uma história que narra as supostas peripécias que o protagonista, sempre acompanhado pelo cão, teve de enfrentar no caminho para a escola e que o levaram a atrasar-se e a ser interrogado pela professora. As suas desculpas transformam-se em aventuras, plenas de acção e de personagens fantásticas, onde não faltam elementos de histórias tradicionais como o Capuchinho Vermelho ou o Flautista de Hamelin.

As ilustrações divertidas e expressivas completam o bom humor do texto. Plenas de pormenores, perdemo-nos nas imagens à procura de qualquer elemento que tenha escapado à primeira leitura.
Benjamin Chaud opta pelos tons laranjas, verdes ou castanhos e utiliza-os consoante as características das personagens como, por exemplo, o rapaz em verde, as bailarinas em laranja, as formigas em castanho, os ninjas em preto ou a professora numa junção destas combinações.

portada sueños.indd

 

Sonho com asas, texto de Teresa Marques, ilustração de Fátima Afonso, editora Kalandraka

«Não sabia o que queria mas, se pudesse, voar seria. Sentia por dentro uma inquietação de ave, vontade súbita e suave de longe, descolar do chão com destino sem mapa. Maneira de estar, sem estar, sempre de olhos e cabeça no ar, nas nuvens, na lua…»

Uma viagem poética, com asas, pelo céu, pelas nuvens, como uma ave, num voo que dança com o vento e com o tempo, atravessa o mar e parte pelo desconhecido. Uma viagem interior pelos sonhos e pelos desejos que nos pedem para ser realizados e não apenas idealizados. «Sem asas, futuro sonhado pode ficar escondido, adiado no escorrer do tempo. Um dia! Um dia!»

As ilustrações dão-nos as asas e levam-nos pela viagem poética das imagens que acompanham o texto. Ficamos a contemplá-las e a observar o desenho, a cor e o formato dos recortes.
Este álbum recebeu a Menção Honrosa do VII Prémio Internacional Compostela para Álbuns Ilustrados em 2014.

raparigasonho

A rapariga e o sonho, texto de Luísa Dacosta, ilustrações de Cristina Valadas, Editora Asa

Uma rapariga sonhava, fantasiava e brincava com uns seres invisíveis. Com eles voava, inventava histórias, brincava no jardim, experimentava-lhes roupas, sempre na companhia do seu gato. Outras vezes ficava triste e sozinha. Estava a crescer por dentro, crescia pelo sonho.
Uma viagem pela imaginação, até reinos distantes que leva à consciência do eu através da relação com o outro. Pelo sonho, a rapariga adquire poderes, capacidades de transformação e atinge a liberdade plena.
A força da escrita pictórica de Luísa Dacosta espraia-se na ilustração de cristina Valadas e a força da pintura e do grafismo desta espelham-se na palavra da outra. As duas partilham a mesma liberdade criativa estabelecendo uma fusão entre as duas linguagens.

vesvejo

E tu, vês o que eu vejo? Ed Emberly, editora Bruaá

«Que livro é este? Que animal é este? Segura a página contra a luz e verás.
Na maioria dos livros olhamos para a página de forma a ver as ilustrações, mas neste não. Para vermos a ilustração completa, e encontrar a solução para a adivinha proposta por uma pequena pista, há que olhar através das páginas. Criado por Ed Emberley no final dos anos 70, este livro-jogo nasceu sem prazo de validade. O seu design mantém-se fresco, e o original e engenhoso jogo de transparências demonstra uma vez mais a qualidade interactiva do papel, que não pára de surpreender leitores de todas as idades. Sem pilhas para gastar, este livro vai ser difícil de pousar.»
Este livro tem instruções, logo no início. Elas indicam que é preciso ler uma pista, tentar adivinhar que animal ou letras faltam e, só então, deixar que a luz atravesse as páginas para apreender o que realmente está desenhado. Como uma adivinha que ajuda a imaginar, como um jogo que ensina a ver, como uma magia que faz sonhar.
No final, outra surpresa, a constatação de que as imagens foram elaboradas apenas a partir de duas formas geométricas, um triângulo e metade de um círculo.
Na capa, eu vejo um carneiro, e tu o que vês?

9789898327048
O pequeno inventor, texto de Hyun Duk, ilustrações de Cho Mi-Ae, tradução de Yunseon Yang e Pedro Moura, editora Orfeu Negro, colecção Orfeu Mini

«O Pequeno Inventor, conto da autoria do escritor coreano Hyun Duk, tem como protagonista Noma, um menino que quer construir um comboio. Com uma tesoura numa mão e uma caixa de cartão na outra, Noma começa por cortar a chaminé e as rodas do seu comboio. Mas quantas rodas tem um comboio? E quantas carruagens? De quantos lugares? Não é fácil, mas Noma decide consultar o Livro dos Comboios. No final, perante o seu novo brinquedo, Noma sente-se um verdadeiro inventor!»

Uma história que descreve o planeamento, o desenho e a execução de todos os passos que Noma, o protagonista, tem de dar para conseguir montar um comboio de cartão: «O melhor comboio de sempre». A mãe ajuda e Noma termina o seu trabalho feliz por ter conseguido construir «um comboio quase verdadeiro».
Os desenhos suaves, ternos e tranquilos de Cho Mi-Ae expandem-se pelas páginas e acompanham todos os movimentos de Noma na execução do seu brinquedo, transmitindo vontade de criarmos o nosso próprio comboio.

A livraria Button & Bear, Inglaterra

Louise Chadwick, antiga diretora da Book Trust, uma associação inglesa cujo objetivo é promover a leitura, abriu recentemente uma livraria infantil e juvenil em Shrewsbury, na região central da Inglaterra. Tendo dedicado muito anos aos livros e à leitura junto das crianças, resolveu criar um espaço de encontro, onde os mais novos pudessem descobrir o prazer de ler. Com dois andares decorados a preceito, a livraria tem um café, um espaço para lançamentos e outros eventos, e até uma área para bebés.

livrariabutton_1jpglivrariabutton_2jpglivrariabutton_3jpg

Para saber mais sobre a livraria visite a página oficial do facebook.

4 adaptações de livros ao cinema para ver até ao fim do ano

O verão está a chegar ao fim e agora começa a chamada época da rentrée. Com a aproximação do outono estreiam-se no cinema as grandes apostas de bilheteira, entre as quais filmes adaptados de livros. Aqui ficam os livros infantojuvenis que irão ter uma versão cinematográfica a estrear até ao final do ano.

Setembro
A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares (29 de setembro)

A muito elogiada obra de Ransom Riggs chegará às salas de cinema pela mão de Tim Burton, com Samuel L. Jackson, Eva Green e Asa Butterfield nos principais papéis. «Uma terrível tragédia familiar leva Jacob, um jovem de dezasseis anos, a uma ilha remota na costa do País de Gales, onde vai encontrar as ruínas do lar para crianças peculiares, criado pela senhora Peregrine. Ao explorar os quartos e corredores abandonados, apercebe-se de que as crianças do lar eram mais do que apenas peculiares; podiam também ser perigosas. É possível que tenham sido mantidas enclausuradas numa ilha quase deserta por um bom motivo. E, por incrível que pareça, podem ainda estar vivas…» Editado em Portugal pela Contraponto.

Outubro
Doutor Estranho (27 de outubro)

A adaptação ao cinema de mais uma banda desenhada da Marvel apresenta-nos agora o Doutor Estranho, um cirurgião que depois de ver a sua carreira destruída é recrutado por um feiticeiro que o treina para defender o mundo de um inimigo mortal.

Novembro
Sete Minutos Depois da Meia-Noite (3 de novembro)

Esta obra inspirada numa ideia original da escritora Siobhan Dowd, que morreu de cancro em 2007, e escrita por Patrick Ness, vencedora de inúmeros prémios, também está a ser adaptada ao cinema e contará com Felicity Jones, Liam Neeson e Sigourney Weaver nos principais papéis. Publicada em Portugal pela Editorial Presença.

Monstros Fantásticos & Onde Encontrá-los (17 de novembro)

O universo Harry Potter está de volta. O pequeno livro de J.K. Rowling é transformado numa nova trilogia, adaptada pela própria autora e realizada por David Yates, responsável pelos últimos filmes da saga Harry Potter. Esta nova aventura conta com atores de peso, como Eddie Redmayne (vencedor do Óscar de Melhor Ator em 2015), Ezra Miller e Colin Farrell. Editado por cá pela Editorial Presença.