Tag Archives: Biblioterapia

Biblioterapia, o que é?

por Sofia Pereira

«Ler significa reler e compreender, interpretar.
Cada um lê com os olhos que tem.
E interpreta a partir de onde os pés pisam.
Todo o ponto de vista é a vista de um ponto.
Para entender como alguém lê, é necessário saber como são seus olhos e qual é a sua visão de mundo.»
(Leonardo Boff)

A biblioterapia é uma atividade de leitura com objetivo preventivo e terapêutico, que procura proporcionar ao leitor / ouvinte o alívio dos sentimentos. Sendo uma terapia por meio de livros, realiza-se, individualmente ou em grupo, através da leitura de poemas, de livros de autoajuda e de ficção, com o propósito de possibilitar o desenvolvimento e equilíbrio plenos de saúde mental.

Proporcionar a aquisição de um melhor conhecimento de nós próprios, dos outros e do mundo, auxiliar na verbalização dos problemas e das emoções, prevenir o aparecimento de estados depressivos e neuróticos, desenvolver a sensibilidade social, reforçar os padrões culturais e sociais, aumentar a autoestima, estimular novos interesses, a criatividade e a imaginação são alguns dos benefícios da biblioterapia.

A literatura está ao serviço da mudança. Durante o processo de leitura, o leitor estabelece com o universo dos livros uma relação terapêutica, não só pelo texto em si, mas sobretudo pela pluralidade de significações que suscita. As palavras têm um poder inquestionável e curativo: emocionam, influenciam e convencem. O leitor identifica-se, por vezes, com as histórias, projetando-se intimamente nas vivências das personagens, das situações e dos acontecimentos narrados. Absorve os enredos e as características dos protagonistas que fazem rir, chorar, refletir, pensar, desfrutar, revendo-se nas suas ações, nos seus pensamentos e nas suas sensações. As histórias estimulam o leitor / ouvinte a desenvolver o seu imaginário, transformando as suas emoções e libertando os seus sentimentos. Neste sentido, a leitura ajuda a fomentar a empatia e a superar as fragilidades emocionais e as pressões do dia a dia, proporcionando o bem-estar físico, mental e social.

Atualmente, a biblioterapia é praticada em diversos contextos sociais – hospitais, lares, estabelecimentos prisionais e instituições dirigidas a crianças e jovens com necessidades especiais de educação -, adquirindo um enorme dinamismo e permitindo que todo o processo de pensamento crítico, reflexivo e libertador, estimulado pela leitura, auxilie o maior número de leitores.

A leitura assume-se como uma forma de entretenimento e de lazer, que compensa a frustração, melhora a saúde mental e promove a reinserção na sociedade.

A biblioterapia é, deste modo, utilizada como um instrumento da medicina e da psicologia para superar conflitos e problemas de ordem emocional, social e mental.

Anúncios