Tag Archives: Escrever para crianças

Mitos sobre o que é escrever para crianças

(c) Nathalie Dion

Ana Garralón, especializada em literatura infantil e juvenil, crítica, leitora e investigadora, resume em oito pontos as ideias e os mitos sobre o que é escrever para crianças. O artigo começa assim:

Já há muitos, muitos anos, que leio livros para crianças. Livros de todos os tipos e géneros, para todas as idades, e fico surpreendida cada vez que um livro me toca ou que encontro nele algo original. Em todos estes anos, principalmente depois de ter começado este blogue, tenho recebido pedidos para ler obras de escritores que desejam iniciar-se na literatura infantil. Infelizmente vejo uma série de «maneiras de escrever com crianças em mente» que partem de lugares comuns e sobre os quais é difícil criar novos livros. Por esta razão decidi escrever este post. Para que conste, sou pessoa que pensa que escrever a partir do «não» é mais fácil do que a partir do «sim»: quero dizer que não sei se, por exemplo, me encorajaria escrever uma entrada intitulada «10 boas ideias sobre o que é escrever para crianças». Mas aqui vai esta seleção. Pelo menos provocará um sorriso de cumplicidade a muitos. Devo dizer por último que estas ideias encontram-se em livros que não foram publicados, mas também em muitos que se encontram em circulação.

Os mitos são estes:
Um, os meus filhos adoram as histórias que lhes conto antes de dormir;
Dois, os contos para crianças trazem sempre uma lição;
Três, escrever para crianças é mais fácil do que escrever para adultos;
Quatro, tenho uma ideia genial e preciso de um ilustrador;
Cinco, as crianças pensam em abstrato;
Seis, o livro ideal para crianças tem ação, suspense e aventuras;
Sete, sou contador de histórias e as crianças adoram as histórias que invento;
Oito, não sei contar histórias mas tenho muita sensibilidade.

A autora deixa uma breve explicação para cada uma destas ideias e fá-lo de uma forma bastante mordaz que reflete os preconceitos a partir dos quais muitos aspirantes a escritores partem para escrever as suas histórias infantis e juvenis. Poderá ler o artigo completo em 8 ideas equivocadas sobre lo que es escribir para niños. Aqui encontrará uma tradução em português do Brasil, mas o ideal é ler mesmo o texto original.

Anúncios

Aquilo que deve saber para escrever um bom livro infantil

Child_reading_at_Brookline_Booksmith

No seu blogue, O Jardim Assombrado, Carla Maia de Almeida deixou uma síntese daquilo que a seu ver faz um bom livro infantil e que pode servir de guia para todos aqueles que aspiram a escrever uma história para crianças. Não é tão simples como parece e aqui fica o porquê:

«– Tem uma boa ideia e um conceito global forte;
– Tem uma linguagem verbal cuidada, estimulante e adequada ao destinatário infantil, abrindo para o literário, com possibilidades plurisignificativas, múltiplas, com um carácter aberto;
– Tem ritmo e musicalidade na leitura em voz alta;
– Tem ilustrações criativas e adequadas ao texto, acrescentando-lhe significado. Põe cuidado no design gráfico, formato e edição;
– Tem valores humanistas e intemporais. Está em sintonia com o seu tempo. É progressista, muitas vezes;
– Tem uma marca autoral forte;
– Tem emoções associadas à infância e significativas para a criança (humor, gozo, fantasia, devaneio, justiça. segurança…);
– Tem pensamento. Questiona. Permite reflectir.»

Quem estiver interessado em saber mais, poderá experimentar frequentar o curso de Livro Infantil ministrado pela jornalista na Booktailors. Inscrições aqui.

Aprender a escrever e a ler para crianças

5dc55956332ade2ccb24d537775f5ac8

Para quem está interessado em aprender mais sobre livros para crianças, a Booktailors, consultores editoriais, acabou de abrir um curso a ser lecionado pela autora Margarida Fonseca Santos. Em Escrevi uma história para crianças. Como posso melhorá-la?, aprende-se a identificar textos simplistas e a escapar a muletas e a moralismos com o objetivo de criar uma história «fonte de prazer, pensamento e crescimento, sem impor nada ao leitor». Mais informações aqui.

Ainda na Booktailors abriram também as inscrições para o Curso de Livro Infantil, por Carla Maia de Almeida, dirigido não só a profissionais da área, mas também a todos aqueles que gostam de literatura infantil. Por favor, ir aqui para saber mais.

As candidaturas para a Pós-Graduação em Livro Infantil encontram-se a decorrer na Universidade Católica. Todas as informações aqui.